PARCEIRO DO MEIO AMBIENTE

PARCEIRO DO MEIO AMBIENTE
Parceiro do Meio Ambiente: uma homenagem da Prefeitura do Rio de Janeiro

sábado, 7 de abril de 2018

MUTIRÃO DO DIA 01/04/2018


O mutirão de plantio do mês de abril foi feito com 20 voluntários animados e dispostos a fazer sua parte para ajudar a recompor a vegetação nativa da Mata Atlântica no Monumento Natural dos Morros do Pão de Açúcar e da Urca (MoNa Pão de Açúcar). Fez um belo dia de sol e calor, típico do verão que já tinha acabado. Lamentavelmente, 8 inscritos não compareceram, tirando a vaga de outros que estavam na fila de espera, já que o numero de participantes é limitado (alguns fizeram a gentileza de informar o impedimento).
Fizemos o plantio na face leste do Pão de Açúcar, o que proporcionou aos participantes belas paisagens das praias oceânicas de Niterói e da entrada da Baía de Guanabara, com seus fortes históricos. De brinde, assistimos a um belo desfile naval com 7 veleiros de alguns países da América Latina e da Espanha participantes do evento Velas Latinoamérica 2018: o Cisne Brando (Brasil), o Fragata Libertad (Argentina), o Esmeralda (Chile), o Glória (Colômbia), o Juán Sebastián de Elcano (Espanha), o Cuauhtémoc (México) e o Simon Bolívar (Venezuela).
Plantamos 32 mudas de espécies da Mata Atlântica (grumixama, aroeira-pimenteira, oiti e ipê-amarelo). Além destas, a Milena

quarta-feira, 7 de março de 2018

MUTIRÃO DO DIA 04.03.2018


Uma galera do bem compareceu ao mutirão de plantio do mês de março no Monumento Natural dos Morros do Pão de Açúcar e da Urca (MoNa Pão de Açúcar) para plantar 40 mudas de espécies da Mata Atlântica (pau-brasil, ipê-amarelo, paineira-rosa, angico-branco, jurema, dentre outras espécies) fornecidas pela  Secretaria Municipal de Conservação e Meio Ambiente (SECONSERMA). Apesar da forte chuva que caiu na sexta-feira e no sábado, no domingo o tempo estava ótimo e a terra molhada, propícia para o plantio. Os voluntários Israel e o Matheus (pai e filho) compartilharam conosco a experiência que tiveram na semana anterior, junto com outros moradores da Urca, recolhendo o lixo dos blocos rochosos entre o mar e a mureta. Em 250 metros de orla eles recolheram quase meia tonelada de lixo. Parabéns Israel, Carlos Ayres, Celi, Matheus e aos outros participantes, pela iniciativa. 
Foi uma satisfação também ter conosco nesse mutirão a Audrey Kunze, mãe da Kahena Kunze, medalhista de ouro na vela na Olimpíada do Rio (classe 49erFX), juntamente com a Martine Grael. Elas ajudaram o Brasil a ficar na 13ª posição no

sábado, 10 de fevereiro de 2018

MUTIRÃO DO DIA 04/02/2018

Fevereiro  chegou com a expectativa do Carnaval e com o calor habitual do verão carioca. E como de praxe, no dia 04, primeiro domingo do mês, fizemos o nosso mutirão mensal de plantio no Monumento Natural dos Morros do Pão de Açúcar e da Urca (MoNa Pão de Açúcar). Apesar de estar nublado, a caminhada pela trilha foi feita com alguma dificuldade pelos participantes, pois estava muito abafado.
Fizemos o plantio na face norte do trecho entre os Morros do Pão de Açúcar e da Urca, uma área que foi reflorestada nos  anos 1990 e que está precisando de reforço de plantio por causa da morte de algumas árvores, o que causou uma pequena clareira.
Plantamos 30 mudas das seguintes espécies: paineira-rosa, ipê-amarelo, pau-brasil, sibipiruna, angico-branco e cedro, doadas pela Secretaria Municipal de Conservação e Meio Ambiente (SECONSERMA).
Agradecimentos: A SECONSERMA, pela doação das mudas; ao Marcelo Barros de Andrade, Gestor do Monumento Natural dos Morros do Pão de Açúcar e da Urca (MoNa Pão de Açúcar), pelo apoio; a Kika Ramos, pelas fotos; ao Belmiro Feijó e ao Marcelo Xavier por fazerem os berços

sábado, 27 de janeiro de 2018

MUTIRÃO COM UNIVERSITÁRIOS AMERICANOS - 12/01/2018

Recebi um grupo de estudantes da Universidade de Delaware, dos EUA, para um mutirão de plantio no dia 12/01/2018. Eles vieram a turismo mas fizeram também alguns trabalhos voluntários na cidade. Uma dessas atividades foi o plantio de mudas da mata atlântica no Morro da Urca. O grupo também ajudou a pintar uma casa na Favela do Vidigal e participou de uma aula de dança de salão para cadeirantes, na Tijuca.
O forte calor do verão carioca impactou alguns participantes na trilha até o local de plantio, mas eles não se deixaram abater e plantamos as 30 mudas (ipê-amarelo, pau-brasil, sibipiruna, cedro, angico-branco e paineira).
É a segunda vez que recebo alunos da Universidade de Delaware para mutirões de plantio, o que me deixa muito contente. Turismo aliado a atividades voluntárias nos locais visitados amplia o horizonte desses jovens para realidades muito diferentes das que eles vivem, contribuindo para a sua formação.